sexta-feira, 23 de setembro de 2011

If we didn't know heartache, we wouldn't know true love...

... we wouldn`t know the real stuff! (Adam Lambert - Glam Nation Tour Live in Indianapolis)

Estou achando esse momento de minha vida bem engraçado. Tem pouco mais de um ano que eu decidi ligar meu foda se e me permitir ser realmente feliz por quem eu sou. Na verdade, foi todo um processo. Precisei um bom tempo acordar todos os dias com a frase "você é gay... E aí?" na minha cabeça ate eu poder me aceitar. Era estranho porque essa pergunta martelou na minha cabeça por um bom tempo, mas foi mais forte no começo do ano passado. Eu queria saber como seria minha vida, porque eu tinha que ter noção de que eu não vou viver a partir das expectativa dos outros, que acabam tornando nossa, por que seria o socialmente correto.

Esse tempo passou. A loucura de um dia para o outro acordar e ter noção que eu me amava do jeito que eu sou e que eu vou lutar para ser feliz foi muito bom. É uma sensação sem outra igual.

Voltando aos dias atuais, eu acho que tá tendo dois tipos de pessoas em relação ao amor: as que estão muito bem e as que não tem ninguém! Hahaha Ok, deixa eu explicar! Claro que tem que tem aqueles que estão com alguém e estão mal ou aqueles que estão sozinhos, mas estão bem. Mas eu entro aqui naquilo que eu tenho visto na net e com amigos ou coisa assim. E comigo também, claro! Na verdade, os que estamos sofrendo por amor (ou pela falta dele!!!) parece um número maior!

Essa enrolação toda é pra falar que eu tô carente! Muito! Haha! E não to com vergonha de falar isso!

E por isso eu lembro dos dois crushes que eu tive na vida. Os dois muito não bem sucedidos, claro! Porque sorte no amor aqui passa longe.

O legal dessa história que eu acho graça. Nos dois casos eu nem ao menos encostei nas pessoas... Pessoas! Meu primeiro crush foi por uma menina! Ela estudava na mesma escola, na sala ao lado. Eu nunca tive coragem de ir falar com ela e o cupido que eu arrumei só ajudou a piorar a situação! É engraçado porque nessa época eu tinha 16 anos, no segundo ano do ensino médio e isso se tornou cômico pra mim depois que passa.

É engraçado como você passa a pensar numa pessoa que tá nem aí pra você! E sei lá porque você acorda, vive e dorme pensando nessa pessoa, como se você não tivesse mais coisa para fazer na sua vida! E o quanto eu já ri de mim pensando que eu não podia tomar um copo de cerveza e já tava derramando litros de choro na frente dos outros! Sem álcool, era só no banheiro mesmo!!! Hahaha

E o mais funny era como não havia qualquer pessoa mais bonita que aquela no mundo!!! É muito retardado isso! Uma criatura vira simplesmente a pessoa mais bonita do mundo! E você alem de sonhar com ela, você acha que jamais vivera sem ter aquela pessoa! Gente... Que dó, que dó da formiguinha!!!

No final da história, eu nunca encostei na menina! Bem, até que encostei! Na minha missa de formatura, sei lá pq cargas d'água ela se sentou do meu lado! E foi engraçado, pq os dois ficaram sem graça, mas aí eu já tava nem aí pra ela!

Um ponto que é fundamental nessa história é que eu acho que eu tava mais interessado em estar perto dela porque o ex dela era amigo dela e é lindo  ate hoje!!!

O meu segundo crush é primeiro por homem foi assim! Quase a mesma coisa! Não exatamente o mesmo por motivos óbvios, mas agora tá engraçado também! E eu acho que a vida segue assim! A gente vai achando que tudo é único, insubstituível. Bem, de fato, é, mas é bom saber que o mundo é grandinho e tem muita coisa boa por aí.

O fato é que cada dia eu to passando a deixar de procurar um príncipe encantado e dando mais espaço para os sapos me encontrarem! Porque também rola de fazer uma auto critica e saber que talvez eu não seja príncipe encantado! Talvez eu seja um sapo! Um sapo muito disposto acorrer atras da felicidade e que tem muito amor! Talvez não seja tão ruim ser sapo quanto parece ser!

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Evolução?

Oi pessoal! Eu estava com muita saudade de postar aqui! Eu já não sei quanto tempo não posto. Provavelmente são uns dias, mas já me parece muito tempo, porque aqui parece um momento de terapia, de poder expressar aquilo que talvez ninguém ao meu redor queira ouvir ou saber.

Eu estava com vontade de escrever; eu não sabia o que escrever. Eu estou feliz por nada, simplesmente por viver, sei lá, mas sempre acontece algo...

Eu literalmente acabei de ver esse vídeo aqui. De um menino do estado de Nova York, de 14 anos, que acaba de se suicidar por conta de bulling. Ele tinha um vlog no Youtube contando tudo. Eu nunca vi. Acabo de ver esse vídeo aqui e que dói, porque ele estava falando de que tudo fica melhor e tal, mas ele não aguentou! Não foi capaz de suportar esses que eu sinceramente já não sei descriminar. Não sei nomear. Dói, aqui dói! Não conhecia, não sei quem era, mas sei que foi mais um das milhares de vítimas da ignorância que tá por aí no mundo.

Eu já não tenho argumentos. Não sei mais o que falar, pensar. Infelizmente, abro as notícias do dia e sempre tem alguma história de homo/bi/trans/lebo-fobia nos jornais. Não são poucas! E são diárias!

Eu ainda não consigo entender a necessidade das pessoas de querer ser melhor que as outras! A necessidade de ver o outro infeliz para se parecer mais feliz! O prazer de tornar os outros deficientes para suprir suas próprias incapacidades!

A gente não precisava disso. Daí dá para perguntar se a humanidade evoluiu. Evoluiu para onde? Para a autodestruição?

Dó, pena, vergonha, nojo, repúdio... o que mais posso sentir? Tudo isso de pessoas que não sabem o que é ter paz de espírito; o que é o verdadeiro amor; pessoas que não amam a si próprias e por isso tentam refletir isso nos demais.

E com lágrimas nos olhos, eu estou aqui, pensando em mais uma vida que o ódio e o preconceito levaram.


sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Alô, Alienação!

Pessoas são definitivamente engraçadas, mesmo quando são absurdamente idiotas! Perdoem me os fãs dessa coisa linda e cheia de inteligência que é a Ana Paula Valadão, mas o vídeo que o @Eusougayedai postou dela hoje foi o melhor do dia! Porque eu não conseguia parar de rir, com tanta daquela fórmula "eu não tenho preconceito, mas ser gay é anormal"! Gente... assiste o vídeo! Que coisa mais delícia você, @anapaulavaladao! Por isso eu solto três twitters hj...

"Ouça as musicas dela... “: Ana Paula Valadão fala sobre os homossexuais "

"... E O Senhor vai te tirar desta vida pecaminosa! Hahaha pra vc! Anormal é o sua cabeça preconceituosa, ! "

"Pessoas como a ... ser gay não é pecado nem vergonhoso! Ridículo é colocar o nome de Deus em seu preconceito! "

Eu não sou parcial com relação a isso! Acho fracos aqueles que são abduzidos pela alienação religiosa! Gente... qual é??? Dinheiro e preconceito levam a salvação? Vai tomar, viu!

Olha o discurso dessa moça! Que Deus não quer essa vida para você! Que fulano saiu da vida e arrumou esposa! VAI SE FUDER!!!

Eu NÃO sou anormal e muito menos quero trocar o jeito que eu sou! Sou gay sim! Com muito orgulho! 

Porque não saio do armário??? Porque eu sei o preconceito que está aí fora! Mas estou aí para enfrentá-lo também! Não escondo para ninguém! Mas não fico saindo na rua gritando que eu sou gay! Hétero precisa fazer isso? Precisa falar com a família que é hétero? E, independente disso, eu tenho vida! Preocupo mais em trazer coisas boas para mim, para quem eu gosto e para que realmente quer isso também para suas vidas!

Várias pessoas ficam mascarando suas vidas ou são abduzidas pela religião! Não! Deus não vai salvar você? Não vai! Se falam tanto que Deus é amor, como amor pode vir com destruição, infelicidade, inveja, ódio, raiva, preconceito???

Eu simplesmente não compreendo o porquê das pessoas não entenderem que doente, grotesco, absurdo é a mente delas que não é capaz de entender coisas além daquilo que elas acham que sabem!

domingo, 11 de setembro de 2011

Post Gay

Eu acho graça de tudo. E eu acho que eu devo continuar achando! Porque senão eu piro, eu enlouqueço. O que talvez seja o que muitos querem. Mas, acima de tudo isso, eu estou fazendo o que eu acho que é certo. O mínimo que eu posso fazer para ajudar aqueles que sofrem o que eu já sofri, o que eu estou sofrendo e aquilo que ainda virá pela frente.

Como já disse, eu já passei da fase de auto-aceitação. No momento, estou na fase de deixar a porta do armário aberta para aqueles que quiserem ver. Porque, pasmem... não é errado nem vergonhoso ser gay!

Vergonha é ler uma matéria dessa aqui: a qual explica que o cidadão não pode comprar UMA CADEIRA por ser gay! Huahauahuahau! Não é pra rir?! Gente... é rir! Não poder comprar UMA CADEIRA?! UMA CADEIRA??? É de longe a coisa mais absurda dos últimos tempos! Dinheiro, cartão de crédito, débito, cheque agora vai contar "gay" bem na frente e ainda terá um "valid only in gay places"?

Eu tiraria o chapéu (se eu tivesse um!) para a imensa ignorância humana que não tem fim! Parabéns por isso!!! Sério! Eu gostaria de falar que eu sou gay e tenho várias coisas que EU COMPREI! Com MEU dinheiro! Como a gente faz? Devolvo tudo para as lojas ou vocês me tiram? Porque é dinheiro de um gay, não é?! Mas quando eu trabalhei para conseguí-lo não vi no meu contracheque "dinheiro gay" nem tava escrito nas notas "dinheiro gay" em letras garrafais!

As pessoas ainda conseguem dizer que não tem preconceito! Outras são tão diretas. Aprecio o tal do "Luciano Ribeiro", do qual surgiu o comentário magnífico de outra reportagem que eu vi no site Homorrealidade. O que está no site está aqui e o site direto onde está o lindo comentário está aqui. Vou economizar nos meus parabéns para os vereadores de BH por essa lei e ir direto para o comentário estupendo:

"Daqui a pouco terá assento preferencial nos onibus para homossexuais, fila unica em bancos, bolsa homossexual, assentos exclusivos para homossexuais nos cinemas, passagem aerea com desconto, ta precisando é descer o cacete nesses caras para eles tomarem vergonha na cara".

Caraca! O cara é o cara! É isso que a gente quer! Ele foi tão simples e direto! Porque eu vou deixar a velhinha sentar no meu lugar? Eu sou gay!!! Ela tem que respeitar meu espaço gay! Também quero minha bolsa-gay, porque todo gay é phyno e quer roupas phynas! Passagem aérea gay também! Gente! Quero ir gay para Curitiba, Fortaleza, São Paulo, Rio, Belo Horizonte, Recife! Porque sou gay! E gay merece passagem gay!

Então, como hoje depois do comentário bolsonarístico do nosso super amigo hétero "eu sei o que é certo" "Luciano Ribeiro", eu não vou nem gastar meu tempo para explicar como eu "virei" gay, porque essa é minha "opção" sexual e porque eu "pratico" o "homossexualismo". Lu... bro... vc é foda, parceiro! De uma inteligência Newtoniana!
Aí, coloquei no post de hoje só foto de gay! A primeira com o gay Neil Patrick Harris (o da esquerda), do seriado não-gay "How I Met Your Mother", no qual ele interpreta um heterossexual que pega todas as mulheres de Nova York (assim é ungido, né, Cley? Eta God!), com o marido gay dele e as crianças deles. Depois, a que a Cleycianne chamaria de lésbica masculina, Ellen DeGeneres, com a esposa lésbica masculina dela. E mais depois... o gay latino lover Ricky Martin com as crianças dele. Olha quanta coisa gay! E olha como eles estão preocupados com o fato de ser gay ou não! Olha como a Ellen e a mulher dela estão sentadas nas cadeiras e elas são gays!!! Gay de primeiro mundo pode ter cadeira???

E só pra distorcer mais um pouquinho do assunto, queria só deixar um vídeo aqui! Da Ellen DeGeneres, que é gay, mas é legal, sabe?! Nada contra, sabe?! É lésbica, mas se ela ficar lá nos EUA e eu e o Luciano aqui no Brasil, tá tudo de boa... Se tiver com preguiça de ver tudo, vai direto pra 6:14.

Um abraço gay e um ótimo domingo gay para todo mundo!


quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Medíocres

Hoje tem sido um dia que eu não estou feliz. E isso tá muito além do pessoal.

Infelizmente, hoje eu e milhares de pessoas fomos bombardiados com notícias absurdas, tristes... e eu não tenho mais adjetivos para isso! Eu sequer acho que tenho palavras.

Bombardiados com notícias de assassinatos nos quatro, cinco, vinte, setenta... cantos desse país! Nada menos que notícias vindas de pelos menos CINCO ESTADOS: São Paulo, Minas Gerais, Pernambuco, Piauí e Maranhão.

QUAL O PROBLEMA COM VOCÊS??? O QUE A GENTE FAZ QUE INCOMODA??? SER FELIZ???

Ok, não discordo que tem muita gente que exagera, muita gente que não tem senso. Deixa eu te dizer: isso NÃO é exclusividade dos gays!!! Vcs acham que a gente não se sente desconfortável quando a gente vê pegação por aí? Quando a gente ver pessoas bêbadas incovenientes e matando pessoas por aí? Quando a gente é obrigado a ver um cara agarrando várias mulheres como se fossem artigos de supermercado? Quando algumas mulheres se vestem com roupas tão curta que dá pra ver o útero delas?

Sabe a diferença? A diferença é que a gente acha que a vida de cada é... tchanan! A vida de cada um!!! Então pare de achar que o mundo gira entorno do seu umbigo! Que tudo que gays, lésbicas, bi, travestis, transexuais, pansexuais etc fazem tudo para pertubar você! CARALHO!!! Vai cuidar da sua vida! Geralmente as desgraças que machucam outras pessoas são aqueles que não tem nada na vida! E o não ter nada significa espiritual, amor...

Por que diabos alguém sai na rua batendo na outro? Para mostra que alguns seres humanos são tão irracionais quanto animais? Aliás... os animais fazem as coisas por um motivo, sobrevivência... então por que o "ser humano" faz isso? Se proteger de quê? Proteger da sua ignorância? Dos seus anseios?

Quem ataca uma pessoa não está atacando uma pessoa! Está atacando a várias. Está atacando aqueles que também sofre preconceito. Está atacando aqueles que não tem preconceito. Está atacando a si próprio.

O sentimento que eu tenho para com essas pessoas não é raiva - é dó, é pena por eles serem tão medríocres. Eu não sei o que falar. Não tenho nenhuma frase de impacto para terminar. Eu só sei que um dia você acerta suas contas com quem tiver que acertar. Enquanto isso e mesmo depois, terei apenas dó da medriocridade de tal ser humano.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Weekend

Eu não vou deixar vocês sem o prazer da minha grande descoberta do dia... o filme WEEKEND. O filme é do diretor Andrew Haigh (who?) e segundo este site aqui, ele estréia dia 23 de Setembro nos EUA. Ele foi apresentado no festival SXSW em Austin - Texas, em março deste ano.

Tem minutos que eu achei esse filme. É um filme britânico e fala de dois caras que se encontraram numa boate e eu não sei mais nada porque eu quero ver o filme! E eu consegui rir com o trailler! Simplesmente porque achei a minha cara! Essa coisa de se apaixonar rápido demais e, pelo que eu entendi, não ser correspondido! Olha que graça! Tomara que pelo menos o filme tenha final feliz! xD

Já quero demais esse filme! O jeito vai ser esperar mais algumas semanas até ele aparecer na net, pq se for esperar cinema no Brasil... kkk (tá bom!)

Enquanto isso vamos curtindo o trailler e rindo/chorando, sei lá...

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Playlist: Especial Fossa!

Como prometido...

uma lista com o mais fossante material:


http://grooveshark.com/playlist/A+Ser+Ouvido/59591595.

PS: Sorry, anônimo!O mais rock que tem na minha vida é Simple Plan! #TENSO

A (não) ser seguido...

Gente... tava precisando dividir isso. Porque, ok, eu seriamente adoro alguns problemas, porque acho que sempre são legais para dar uma emoção básica na vida, mas quando os problemas vêm do coração e são impossíveis difíceis de ter uma solução, a questão sempre complica.

Quando as pessoas estão sentindo alguma coisa muito louca que não dá para explicar, as coisas sempre complicam, né?

Então, fica a dica de não sair para beber por aí, encarnar seu alter ego sagitariano com ascendente em sagitário e acabar chorando com uma desconhecida, contando seus problemas! A parte boa disso é que, dependendo, dá para arrumar uma amizade! E isso é bom!

Aí eu queria seguir o conselho de um anônimo, de postar minhas vontades musicais (que são péssimas, e eu sei!), mas eu vou fazer isso sem pressa, tranquilo, porque tá grande a playlist, tá!

Recomendações absurdas de Adele, minha fossa em pessoa, que sempre ajuda a viajar. Tem aquela história de que a letra de algumas músicas eu acho que ela fez para mim, mas enfim... haha... depois eu ponho direitinho na playlist para todo mundo curtir uma fossa together!


Para começar, só para gostinho, a música oficial do 1o de Setembro! Do cute cute David Archuleta...

A Little Not Too Over You...